Diretor de Sonic Frontiers diz que a comunidade corrigiu problemas antes da própria Sega



 Morio Kishimoto, diretor de Sonic Frontiers, falou com a Famitsu e confessou que a equipa na Sega olha para a comunidade de modders como uma concorrência pois ficaram surpreendidos ao ver que corrigiram problemas no jogo, antes da própria Sega o fazer.

Kishimoto comentou que queriam mostrar como as coisas seriam espetaculares se a Sonic Team apresentasse atualizações em menos de um ano, mas a comunidade responsável pelos mods adiantou-se e corrigiu primeiro muitos dos problemas assinalados.

"A cultura 'MOD' tão popular no estrangeiro também se começou a erguer como rival. Existem alguns utilizadores muito talentosos no estrangeiro e o que estavamos a tentar criar como prenda para os fãs acabou por 'já estar a funcionar'," disse Kishimoto antes de rir.

Questionado sobre os mods que surpreenderam a Sonic Team, Kishimoto falou em diverso exemplos feitos pela comunidade que parecia ler os pensamentos da equipa de desenvolvimento.

"Outras personagens além de Sonic como jogáveis e em movimento, novas ações que estavam planeadas para atualizações e já estavam a funcionar. Pensavamos que seria espantoso."

"Depois a Sonic Team não seria capaz de lançar aquele conteúdo como atualização. Se os nossos clientes chegaram até aqui, temos de continuar a exceder e exceder as suas expectativas. Como resultado, ficamos a pensar 'a versão do consumidor não é uma rival?'"

Os mods de Sonic Frontiers incluem fatos extra, mais personagens, localização para Português e alterações ao esquema de cores, entre outras modificações criadas pelos jogadores que acabaram por surpreender a própria equipa de desenvolvimento.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem