Creative Assembly vai regressar aos jogos de estratégia

A Sega disse que depois do cancelamento de Hyenas, o Creative Assemble irá focar-se no que melhor sabe fazer: jogos de estratégia em tempo real.

Durante a apresentação dos resultados financeiros da Sega Sammy Holdings, o CEO Haruki Satomi falou sobre o cancelamento de Hyenas, sublinhando que o Creative Assembly estava a trabalhar num género com o qual não estava familiarizado.

"Cada estúdio tem os seus próprios pontos fortes e fracos, mas os ventos favoráveis do início do período COVID-19, juntamente com o forte desempenho de cada título, levaram-nos a adotar uma estratégia de aceleração, mesmo em áreas onde esses estúdios ainda não tinham explorado", disse Satomi.

"No entanto, alguns estúdios tiveram bons resultados e outros não, pelo que decidimos concentrar-nos novamente nos pontos fortes de cada estúdio. Para simplificar, a Creative Assembly era boa em jogos offline no género RTS, mas aceitou o desafio de desenvolver o Hyenas, um jogo online no género FPS."

"No entanto, apesar de o jogo em si ser bom, decidimos cancelar o desenvolvimento do Hyenas porque pensámos que não atingiria uma qualidade que satisfizesse os nossos utilizadores quando considerámos se poderíamos realmente operá-lo como um jogo competitivo online durante um longo período de tempo."

Hyenas foi cancelado após cerca de seis anos de desenvolvimento, numa altura em que se aproximava do lançamento.

Quanto ao futuro do Creative Assembly, Satomi esclareceu que o estúdio irá focar-se na sua especialidade.

"Como parte do processo de reforma estrutural centrado na Creative Assembly, pretendemos otimizar o fluxo de trabalho e concentrar os seus recursos no desenvolvimento dos seus géneros especializados".

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem