SEGA despediu quase metade da equipe de escritores do Total War - Creative Assembly proíbe jogadores tóxicos em fúria

 Correram rumores pela Internet de que a SEGA cortou quase metade (42%) do quadro de funcionários do estúdio Creative Assembly e também demitiu seu diretor de produto. O motivo foi o desempenho financeiro insatisfatório, o fracasso do lançamento de Total War: PHARAOH (apenas 5.424 pessoas no auge desde o lançamento) e muitos outros motivos. 

O boato foi iniciado pelo blogueiro Volound, que citou informações privilegiadas da própria Creative Assembly como fonte. Vale ressaltar que após publicar esta informação nas “discussões” do Total War on Steam, os moderadores rapidamente o baniram, acusando-o de mentir, e o estúdio algumas horas depois mudou as regras de conduta da seção, acrescentando o cláusula “proibição de críticas irracionais”. 

Em resposta às críticas dos usuários e até piadas do moderador da comunidade, foram lançados banimentos, inclusive deste moderador. 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem