Sega demite mais de 100 funcionários na Relic, estúdio de Company of Heroes



Company of Heroes com possíveis problemas após demissões na Sega


Na última terça-feira (23), a Sega tomou a decisão pela demissão de 121 funcionários da Relic Entertainment, estúdio responsável por Company of Heroes.


De acordo com o comunicado oficial divulgado pela Relic, ambas “permanecem totalmente comprometidos em apoiar e investir em nossos títulos”, incluindo Company of Heroes 3.


No entanto, o estúdio com sede em Vancouver (Canadá), especializado em jogos de estratégia em tempo real, certamente sofrerá com os impactos desta demissão em massa nos próximos jogos.


“Isso ocorre em um momento em que fatores externos estão desafiando nossa indústria mais do que nunca. Ou seja, tomamos essa decisão de reestruturar nossa organização para garantir que o foco máximo seja colocado em nossas principais franquias.”


“Estamos confiantes de que, após essa reestruturação necessária, a Relic estará em uma posição de força para continuar oferecendo experiências excelentes para jogadores de todo o mundo.


“Esta decisão foi incrivelmente difícil. A Relic valoriza nosso pessoal e se orgulha da cultura que desenvolvemos. No momento, nosso foco é apoiar os funcionários que estão saindo de todas as maneiras possíveis.”


“Gostaríamos de oferecer nossos sinceros agradecimentos a cada um deles pelo papel que desempenharam para tornar a Relic um estúdio tão especial.”


Por fim, pouco antes da demissão, a Sega anunciou Total War: Pharaoh, a mais nova entrada na longa série de estratégia da Creative Assembly.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem