Ex-artista da SEGA fala sobre o turbulento relacionamento com a SEGA of America sobre Sonic



Sonic the Hedgehog não foi apenas um sucesso, mas sim um divisor de águas no mundo dos games. Talvez sem a sua existência, a história pudesse ser bem diferente da qual conhecemos hoje, já que foi o azulão que desafiou de forma direta o reinado da Nintendo, iniciado com o sucesso do NES/Famicom.


Mas também sabemos que a SEGA of America nunca manteve boas relações com a SEGA japonesa. E que este foi um dos vários fatores fundamentais para que uma história de sucesso se transformasse em um fracasso que acarretou na retirada da companhia do mercado de consoles, se tornando na desenvolvedora que conhecemos atualmente.


A SEGA dos EUA, inclusive, sugeriu muitas alterações na criação do personagem, e teve divergências quando à sequência de Sonic, com dois jogos sendo desenvolvidos quase que ao mesmo tempo: o Sonic 2, que foi desenvolvido nos EUA, e o Sonic CD, que foi desenvolvido no Japão, para o Sega CD.


Anos depois, vira e volta descobrimos algo a mais sobre estes dias, e desta vez é Yasushi Yamaguchi, artista que trabalhou na SEGA e foi o criador de Tails, falou um pouco sobre a falta de sintonia entre a SEGA do Japão e a SEGA of America, mesmo após o sucesso do primeiro game do Sonic.


Ele disse, em resposta a um usuário do Twitter, que o questionou sobre artes de protótipo de Tails, que não tinha conhecimento de nenhuma destas imagens, incluindo um desenho promocional utilizado nos EUA. Yamaguchi explicou que a SEGA of America ignorou as opiniões que vinham da equipe de desenvolvimento. Eles não ouviam os pedidos dos artistas sobre o número de dedos do Sonic na arte da capa, ou pedidos para arrumarem as pernas do personagem.


https://twitter.com/PlaceandH/status/1650150961770291202?s=20


Ele também explicou que, mesmo no Japão, a SEGA também não gerenciava bem a franquia, afirmando que a companhia não possuía um departamento que gerenciava adequadamente os personagens, até que ele próprio voltou ao Japão (ajudou a desenvolver Sonic 2 nos EUA) e terminou o desenvolvimento de Sonic CD.


https://twitter.com/PlaceandH/status/1650572455734304787?s=20


E ainda assim, todos os jogos Sonic lançados para o Mega Drive, incluindo o Sonic CD, foram um sucesso de vendas. Estes problemas e a falta de boa comunicação entre as SEGAs acabaram piorando com o passar dos anos, rendendo problemas no desenvolvimento do Saturn e do Dreamcast, além da decisão dos add-ons do Mega Drive, que acabaram ajudando, somados a outros fatores, a encerrar a jornada da companhia como fabricante de hardware, levando-os para a decisão atual de funcionar como uma desenvolvedora.


arkade

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem